Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

Novidades de "Terminator Salvation"

 

Foi divulgado um video e algumas fotos sobre a concepção artistica do novo filme da saga "Terminator", mostrando muito da estética e design que podemos esperar deste mundo Pós Dia do Julgamento. Bem sei que McG não um realizador muito fiável, mas tenho de admitir que está tudo com um aspecto brutal. E o T-600 então... Fantástico! Deliciem-se com o video aqui e as fotos aqui.

publicado por CinemaBox às 23:45
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Crítica: "007 - Quantum of Solace"

 Classificação:  (7/10)

 

É por esta altura indiscutível o interessante James Bond que Daniel Craig nos consegue apresentar. É para mim a representação ideal desta personagem e vem de encontro àquilo que sempre esperei para esta saga de filmes. É de igual forma impossível não nos remetermos a “Casino Royal” quando falamos de “Quantum Of Solace”, e são várias as razões para tal facto. A meu ver, as duas principais remetem-se à qualidade exemplar que o anterior filme evidenciava, e porque o actual é a continuação do seu antecessor. A acção começa precisamente onde terminou Casino Royal.


E por muito que digam, para mim a sequência inicial (de abertura) é uma das mais fraquinhas. A música do genérico, é um caso complexo, e neste caso concreto, deixo espaço de manobra, e terei que ouvir novamente. Confesso que à primeira não me entrou no ouvido. Já David Arnold continua muito seguro daquilo que pretende.


Talvez o inicio fosse mesmo a preparação para o restante filme, mas a verdade é que tal como o inicio, este Quantum Of Solace não preenche e em nada é ou consegue ser um filme equilibrado. Se é verdade que de certa forma este facto se funde com aquilo que James Bond vive interiormente, (com o seu desejo de vingança) também deveria ser verdade que o filme apresentasse, pelo menos as qualidades que o seu antecessor apresentava. As sequências de acção são demasiado confusas, e por vezes até mal montadas. Se o plano não consegue respirar o espectador não o consegue acompanhar. Ou seja tem sequências magníficas e tem outras que simplesmente não se percebe o que está a acontecer. Montagem rápida concordo e agrada-me, montagem desconexa e imperceptível já não tanto.


O mesmo se passa com o argumento. Dividindo o filme em duas partes, temos a primeira, onde James Bond vai literalmente despachando quem lhe aparece à frente, e o espectador praticamente nem sabe qual a história. E temos a segunda onde finalmente se define a linha narrativa, além da suposta vingança que o protagonista leva a cabo, onde aparecem os diálogos (pelos menos os interessantes) e toda a trama por detrás de Quantum Of Solace. Pessoalmente gostei da temática, muito actual, gosto da “actualidade” com que estes Bonds são abordados, mas no geral desiludiu porque foi pouco trabalhada. O vilão está perfeitamente à altura. Agradou-me bastante a classe, a maldade intrínseca, o charme que evidencia. Judi Dench é uma actriz excelente e só isso basta para a classificar. A relação entre ela e Bond também está muito bem caracterizada. Quanto a Bond Girls, aparecem pouco. São apenas mais um dos muitos adereços à narrativa.


Em suma é isto. Daniel Craig é para mim o melhor James Bond. Mas que ao contrário de Casino Royal, não conta com uma realização soberba e uma história estimulante. Quantum Of Solace, acaba por cair num filme que demonstra ser muito inconstante, tendo momentos de altíssima qualidade e outros que já não os poderei considerar dessa forma. Todavia, a ver.


O MELHOR: Daniel Craig e Mathieu Amalric e Judi Dench.


O PIOR: A falta de consistência deste Quantum Of Solace e a sua irregularidade. É pena, pois tinha tudo para ser um grande filme.

 

tags:
publicado por OlharCrítico às 23:09
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 5 de Novembro de 2008

Crítica: "Taken"

 Classificação:  (8.5/10)

 

"Busca Implacável" é a prova viva que os bons thrillers de acção estão vivos e recomendam-se. Apesar do seu argumento simples e de uma premissa muito interessante (um pai que está a falar ao telefone enquanto a sua filha é raptada), trata-se de um filme com uma intensidade e um ritmo absolutamente avassaladores. É perfeito na descarga de adrenalina que consegue causar no espectador, muito devido a grande cenas de perseguições e lutas corpo a corpo. O próprio tema mexe muito com o espectador até porque é algo actual e o facto de se passar em Paris, de certa forma aproxima o público ao drama vivido pelos personagens. No capítulo das interpretações temos Liam Neeson fantástico muito bem dirigido num filme com uma realização soberba de Pierre Morel. Pode existir a tentação de dizer, que é apenas mais um filme de acção, mas se assim for, que pelo menos todos os filmes dentro do género apresentem o virtuosismo que este evidencia.


O MELHOR: Liam Neeson, intensidade e ritmo avassaladores. Um excelente thriller de acção.


O PIOR: O facto de se poder pensar que se trata de apenas mais um filme de acção.
 

tags:
publicado por OlharCrítico às 23:23
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

mais sobre mim

pesquisar

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

tags

todas as tags

posts recentes

Férias… Palavras para quê...

Excelência nas editoras?!...

Onde pára a Originalidade...

Crítica: "Transformers 2:...

Nunca um ADEUS mas sim um...

O TERROR, o drama, a emoç...

Novos posters de "Sherloc...

Trailer (do caraças) de "...

Futebóis

Crítica: "Terminator Salv...

"Iron Man 2": 1ª foto de ...

Trailer de "500 Days of S...

Crítica: "Six Feet Under"

Venha daí o CLICHÉ pois e...

Sam Worthington em "Clash...

Ora digam lá, o que é mai...

David Carradine (1936-200...

Teaser de "[REC-2]"

E Viva lá TV!!

Livros e Cinema (serão as...

arquivos

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

links

votações

Melhor Bond...James Bond

Melhor Serial Killer

Melhor Filme de Natal

Melhor Filme de Super-Heróis

Melhor Actor Secundário

Melhor Filme Romântico

Melhor Série de TV actual

Melhor Transformação Física

Melhor Dupla de Cinema

Actor de TV mais sexy

Actriz de TV mais sexy

Melhor Monstro

Melhor Blockbuster

Melhor Actor Actual de Acção

Melhor Temporada do 24

Melhor Filme de Quentin Tarantino

Expectativas para o The Dark Knight

Melhor Filme de Steven Spielberg

subscrever feeds