Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008

Teaser de "Angels & Demons"

 

Ainda à poucos dias sairam as primeiras fotos do "Angels & Demons", hoje foi divulgado em exclusivo o teaser. Continuo a dizer, apesar de ter bom aspecto, já fui queimado com o primeiro, e por isso mantenho as minhas reservas. De qualquer forma, aqui fica o teaser.

 

tags:
publicado por CinemaBox às 22:43
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008

"Let's Put a Smile on that Face!"

Confesso que não sou grande fã do "The Office", chamem-me antiquado, mas este tipo de humor mute (é o que chamo às séries cómicas sem o som do público a rir no fundo) não é lá muito comigo. Mas esta Quinta-Feira, é definitivamente um episódio a não perder. Porquê? Descubram a resposta no video seguinte:

 

 

tags:
publicado por CinemaBox às 17:56
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

E começa a corrida para os Óscares...

 

A Disney vai começar a lançar esta semana uma campanha para nomear o "Wall.E" como candidato ao Óscar de melhor filme; a Warner Bros está a planear, através de um mega lançamento em DVD em Dezembro e de uma re-estreia nas salas em Janeiro, levar também o "The Dark Knight" à ribalta dos Óscars; a Paramount juntamente com a Marvel quer o "Iron Man" e o Robert Downey Jr. na corrida (apesar da DreamWorks já o ter referenciado para o Óscar de melhor actor secundário em "Tropic Thunder"); a interpretação de Josh Brolin já está a dar que falar com o seu "W", e ainda faltam estrear filmes como "Curious Case of Benjamin Button" ou "Australia"... puxa, este ano as nomeações vão ser complicadas...

tags:
publicado por CinemaBox às 22:43
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Primeiras fotos de "Angels & Demons"

 

Acho que já o disse anteriormente, para mim a adaptação do "Código Da Vinci" para o grande ecrã foi uma das piores adaptações literárias dos últimos anos, e quando soube que a sequela ia mesmo avançar, não pude deixar de baixar os ombros e abanar a cabeça. Hoje chegam-nos as primeiras fotos do "Angels & Demons", e as minhas expectativas são as mesmas do ínicio. A única coisa que me agrada à primeira vista é o novo corte de cabelo do Tom Hanks (Aleluia!). Mesmo não esperando nada deste filme, aqui ficam as novas fotos.

tags:
publicado por CinemaBox às 22:08
link do post | comentar | favorito

Crítica: "Untraceable"

 Classificação:  (8/10)

 

"The whole world wants to watch you die... and they don´t even know you…"

 

É mais um filme que aborda o tema das novas tecnologias, mais concretamente a Internet e o que de bom, ou de mau pode advir dessa utilização. Confesso que adorei o tema do filme. Um serial-killer que a partir de um site mostra os seus assassinatos e quanto mais pessoas acederem a esse site mais depressa a vítima morrerá. Só nesta linha teríamos conversa para umas longas horas discutindo aspectos como ética, valores morais, uma sociedade voyeurista entre outras, mas trata-se sem sombra de dúvida de um conceito muito interessante e acima de tudo muito actual. O filme por si só não pretende pôr-nos a pensar nestas questões… ou será que pretende?! – Deixo a resposta para vocês.


Um thriller bem agradável, com uma realização segura e eficaz que consegue manter o espectador atento com o desenrolar da narrativa. Para isso muito ajuda um argumento sólido, que apesar de apresentar algumas falhas, acabam por nunca comprometer o filme no seu todo. Um elenco igualmente competente, com um notável Colin Hanks, é mais uma razão para se gostar deste "Indetectável". É verdade que não chega aos calcanhares de alguns objectos semelhantes, apesar das comparações que já lhes foram feitas, todavia e na minha opinião, um filme a visionar.


O MELHOR: O conceito, e mais concretamente a história do filme, que dá muito que pensar.


O PIOR: História trabalhada de uma forma demasiado simplista (e isto não é totalmente negativo).
 

tags:
publicado por OlharCrítico às 21:53
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 27 de Outubro de 2008

Crítica: "Max Payne"

 Classificação:  (6/10)

 

Mais um filme dentro do género de adaptação de um jogo. Este género de filme debate-se com mais um problema, além de todos os outros problemas que os filmes em geral se costumam debater. Basearem-no num jogo de PC (ou outra qualquer plataforma) implica que seja difícil, como espectadores, e se conhecermos o jogo, de não o relacionarmos com o mesmo. Max Payne foi, na minha opinião, um dos melhores argumentos feitos para um videojogo. Encerrava uma bela história e, neste caso o jogador, vestia mesmo a pele do personagem para fazer avançar a narrativa.


Isto não acontece no filme. Não há, ou não se sente, empatia pela história, nem muito menos da maneira como ela nos é apresentada, que todavia reconheço que faz um esforço para nos aproximar ao ambiente de videojogo. O argumento, da mesma maneira, deixa muito a desejar, pelo menos para filme entenda-se. Por outro lado temos uma concepção estética muito eficaz e que resulta muito bem, com a recriação de ambientes soturnos em tons monocromáticos. Relativamente à representação, não desilude mas também não marca nada nem ninguém, sendo por isso banal. No que respeita aos efeitos especiais no geral, são bastante bons, mas onde fica evidente que aquilo que resulta com excelência num jogo nem sempre é fórmula de sucesso no mundo do cinema. Acaba por ser um filme que indubitavelmente fica no nosso esquecimento.


O MELHOR: A concepção estética de todo o filme. Muito bom. E muito bem adaptado.


O PIOR: Um filme banal, sem grande chama. É apenas mais um.
 

tags:
publicado por OlharCrítico às 09:04
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sexta-feira, 24 de Outubro de 2008

Batman: have no fear! Superman is here!

tags: ,
publicado por CinemaBox às 18:03
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Teaser da 5ª Temporada de "LOST"

 

Foi divulgado um video promocional da 5ª Temporada do "LOST" e como seria de esperar, é de nos deixar a salivar de expectativa... Vejam aqui.

Mas as boas noticias não acabaram. Recentemente, o produtor da série disse que as pessoas que acompanham o "LOST"  têm sido tão pacientes e dedicadas, que seria uma injustiça tremenda criarem o episódio final em forma de filme, e assim obrigarem as pessoas a pagar e irem de propósito ao cinema para descobrirem a verdade definitiva sobre a série. Ou seja, "LOST" em filme está fora de questão. E que afirmou também que o final vai mesmo ser conclusivo e que todas as questões levantadas ao longo de todas as temporadas vão ser respondidas sem excepção. Agora sim, estou a sorrir de satisfação.

 

publicado por CinemaBox às 11:34
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Teaser de "Friday the 13th"

 

Eu sei o que vocês estão a pensar: "Este gajo deve estar choné! Então vai divulgar um teaser de um filme que já estreou à quase 30 anos?" Antes tivesse. A verdade é que vem aí mesmo mais um remake de um clássico de terror, desta vez a "vítima" é o mítico Jason Voorhees. Enfim... Vejam o teaser aqui e digam de vossa justiça.

 

tags:
publicado por CinemaBox às 11:31
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008

Crítica "Burn After Reading"

 Classificação:  (7.5/10)

 

Depois do sucesso de “No Country For Old Men” os irmãos Coen voltam a trazer-nos um filme mais na sua linha, se assim se pode chamar. A história, essa só mesmo vê-la porque contada ninguém iria acreditar e ao fim de alguns minutos iria perceber-se que seria praticamente impossível contá-la. Com tamanhas reviravoltas e mal entendidos só poderia mesmo dar numa “comédia” com uma grande dose de humor negro e uma imensa capacidade de nos auto-criticarmos. Este tom “cómico” é muito bem gerido pelos realizadores e vai crescendo com o desenrolar da narrativa, tocando por vezes em aspectos mais sérios, que acabam por deixar o espectador sem saber bem como reagir. A paranóia que se vive à volta da vigilância que todos sofremos, e o diálogo no final do filme são simplesmente fabulosos expondo todo o conceito existente na película. A realização é muito segura e eficaz, conseguindo implementar um ritmo bastante coeso e fluido. A somar a isto, o facto de as transições entre planos e sequências serem feitas de forma bastante simples, recorrendo preferencialmente ao corte ao invés de grandes e trabalhadas transições, que acabam por resultar em pleno. Às vezes a simplicidade é mesmo o que melhor funciona. O elenco fala por si só, e já todos conhecemos as suas capacidades.


É um filme interessante e que dá muito prazer ver. Todavia não passa disso mesmo. Não marca, nem o pretende fazer, comporta-se mais como um elemento de descompressão. E talvez por isso não satisfaça muitos. Porém e na minha opinião, trata-se de um filme a ver.


O MELHOR: A sequência final do filme. Soberba.


O PIOR: Falta-lhe algum “sumo” para ser uma obra verdadeiramente marcante.
 

tags:
publicado por OlharCrítico às 20:50
link do post | comentar | favorito

Trailer de "Watchmen"

 

Divulgado durante os Scream Awards 2008 (em que o "The Dark Knight" limpou a maioria das categorias...), já está uma versão on-line do novo trailer do "Watchmen". Confesso que não conheço em pormenor a banda desenhada em que se baseia o filme, mas tenho de admitir que pelo menos visualmente promete.

Ah, e um pequeno pormenor que me agradou bastante (apesar de não estar directamente relacionado com o filme) foi a presença do tema "The End Is The Beginning is The End" dos Smashing Pumpkins ao longo do trailer, que para quem não sabe, inicialmente foi composto para a banda sonora do "Batman & Robin" , mas que encaixa muito melhor neste "Watchmen". Confirmem aqui.

 

tags:
publicado por CinemaBox às 20:20
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008

Crítica: "Eagle Eye - Olhos de Lince"

 Classificação:  (7/10)

 

Foi com alguma expectativa que fui ver este filme. D.J. Caruso, depois do excelente “Disturbia”, volta a reunir-se com Shia LaBeouf numa história que de certa forma se funde com o anterior. Com evidentes influências do universo de Hitchcock a história assenta no princípio da tecnologia e no que de bom e mau ela nos pode trazer. O desenrolar da narrativa é uma montanha russa de emoções e espectáculo visual que resulta num excelente filme de entretenimento com prestações muito credíveis por parte dos protagonistas.


Todavia não fica isento de algumas falhas. Falta algum conteúdo ao filme, pois no fim fica-se com aquela sensação de que falta algo a este Olhos de Lince. É verdade que tem um ritmo imparável, repleto de sequências de acção e suspense mas que no geral acabam por saber a pouco. A principal razão para isto acontecer deve-se, no meu entender, à fraca caracterização do vilão que faz com que o espectador se sinta perdido até mais de meio do filme. Mesmo depois de se ficar a saber quem é, continua a faltar muita “personalidade”, algo que considero ser crucial para ocorrer uma aproximação/ identificação entre o espectador e o herói, ou entre o espectador e o vilão, dependendo dos casos.


Outro aspecto menos positivo diz respeito à técnica de montagem nas sequências de perseguição (que no geral estão muito bem conseguidas). Existem planos tão rápidos e curtos que não se percebe o que se está a ver. Se não se percebem, simplesmente não deveriam estar lá. Apesar de tudo, um filme que entretém e não desilude, mesmo recorrendo a um tipo de história já conhecida e retratada no cinema bem como na televisão.


O MELHOR: Os protagonistas, algumas sequências.


O PIOR: A falta de caracterização referente ao vilão, ainda que reconheço que fosse difícil fazê-la, e a sensação de saber a pouco no final.
 

tags:
publicado por OlharCrítico às 12:39
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Terça-feira, 14 de Outubro de 2008

Crítica: "Mirrors"

 Classificação:  (6.5/10)

 

Foi principalmente pelo protagonista que vi este filme. Sendo eu um fã do 24, e sendo conhecida a faceta multi-personagem de Kiefer Sutherland, fiquei muito curioso para ver como o actor se iria caracterizar num género diferente. Não saí desiludido nessa temática apesar de muitas vezes ser difícil desligarmo-nos de Jack Bauer. Todavia é um trabalho eficiente e convincente o quanto baste.

 

O género e este filme concretamente não pedia mais. A história, essa sim deveria ser muito mais. Retirando os imensos clichés, diálogos muito fraquinhos, cenas e cenas já por demasiadas vezes vistas em objectos de cinema semelhantes, um argumento cheio de lacunas e pontos de viragem desconexos, acaba por ficar pouco de um filme banal e até algo limitado muito devido à dificuldade que existe e é evidente, em dar o protagonismo do vilão a espelhos.

 

Positivo mesmo, só o final, por o ter achado diferente e até bastante surpreendente, a cena da casa inundada e alguns dos efeitos especiais e claro a miss t-shirt molhada da sequência perto do final que não deixa que o espectador desespere. Confesso que esperava muito mais de Alexandre Aja, principalmente enquanto na minha memória estiver encerrado o fabuloso, “Terror nas Montanhas”.


O MELHOR: A cena final do filme.


O PIOR: Argumento desconexo e a quantidade de clichés.
 

tags:
publicado por OlharCrítico às 14:33
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 9 de Outubro de 2008

I've got Soul but I'm not a Soldier...

 

Como não tem havido grandes novidades em relação à 7ª Arte, hoje decidi deixar-vos aquele que considero um dos melhores anúncios da Nike que já alguma vez vi. Apesar de quase todos os anúncios da Nike serem um espanto, confesso que este deixa-me hipnotizado sempre que o vejo... toda a conjugação entre imagens, som, palavras, tudo é simplesmente brilhante. É impossível não ficarmos indiferentes. Para quem não viu, aqui está a vossa oportunidade, é só clicar aqui. Para quem já viu, recomendo que veja outra vez, porque neste site também podemos encontrar uma breve referência da história de vida e dos momentos de coragem da cada atleta que aparece no anúncio.

 

tags:
publicado por CinemaBox às 17:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Crítica: "You Don't Mess With the Zohan"

 Classificação:  (5/10)

 

Continua a impressionar-me a capacidade que lá para os lados de Hollywood demonstram ter em pegarem num guião, por mais estapafúrdio que este se apresente ou não, e fazerem um filme daquilo. Este Zohan é mais uma prova dessa habilidade, se é que assim lhe poderei chamar. Se é certo que o cinema pretende entreter também é certo que este tipo de filme já está gasto. O que mais surpreende é que se continua a fazer, com a agravante de terem sempre os mesmos protagonistas. Pessoalmente já estou demasiado cansado para ver Adam Sandler neste registo, ao contrário do que ele deve achar, porque só praticamente o vemos neste género de filmes.


A história é simplista, não tem muito que se lhe diga. O que interessa verdadeiramente é encher o filme com um desmedido número de piadas (pelos menos para alguns), na tentativa de o filme ter graça. E de resto é pouco mais que isto. Tem alguns conceitos interessantes mas que facilmente se perdem na gracinha (ou tentativa de), ou numa posição/ situação mais ou menos ridícula por parte do protagonista. A piada no contexto político e social tal como a referência às religiões são mesmo, e apenas no meu entender, os pontos mais positivos. É capaz de entreter muitos mas não entretém a todos.


O MELHOR: As piadas nos contextos políticos, sociais e religiosos.


O PIOR: Adam Sandler já gasto neste tipo de papéis e piadas sem ligação narrativa e muitas delas demasiado fáceis.
 

tags:
publicado por OlharCrítico às 14:52
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

FILMES: 2009

Angels & Demons

Choke

Gran Torino

O Contrato

Slumdog Millionaire

Terminator Salvation

The Watchmen

The Wrestler

Transformers 2: Revenge of The Fallen

 

 

FILMES: 2008

007-Quantum of Solace

10.000 BC

Burn After Reading

Eagle Eye

Hancock

I Am Legend

In The Valley Of Elah

Indiana Jones & The Kingdom of The Crystal Skull

Iron Man

Mamma Mia!

Max Payne

Meet the Spartans

Mirrors

National Treasure 2 - Book of Secrets

No Country for Old Men

Saw 4

Taken

The Curious Case of Benjamin Button

The Dark Knight

The Forbidden Kingdom

The Mist / Cloverfield / REC

The X-Files-I Want to Believe

Tropic Thunder

Untraceable

Wall-E

You Don't Mess With the Zohan

 

 

FILMES: 2007

1408

300

American Gangster

Beowulf 3D

Corrupção

Die Hard 4.0

El Laberinto Del Fauno

Fantastic Four 2

Ghost Rider

Ocean´s 13

Piratas das Caraíbas 3

Rocky Balboa

Shrek 3

Sicko

Spider-Man 3

The Bourne Ultimatum

The Brave One

The Good Shepherd

The Simpsons Movie

The Transformers

Wild Hogs

Zodiac

 

 

FILMES: 1980-1989

Aeroplane

Big

Look Who's Talking

 

 

"Indivíduas" do Sexo Feminino

O Estranho Caso… das Traduções de Títulos

Let´s Look At a Trailer… Or Not…

Xô Publicidade Xô!!!

Cinema Português… Para onde vais tu?

País de Brandos Costumes... Pipocas ou McDonald's?

Ò tempo, volta para trás! (Já baixavas os preços do cinema não?)

"Filmes para Maiores de…"

"Original vs Dobrado"

"Livros e Cinema (serão assim tão diferentes?)"

"E Viva lá TV!!"

"Futebóis"

"O TERROR, o drama, a emoção… e por aí fora"

"Nunca um ADEUS mas sim um ATÉ JÁ!"

"Onde pára a Originalidade e a Imaginação?!"

"Excelência nas editoras?! – É raro, muito raro!"

"Férias… Palavras para quê?!"

tags

todas as tags

posts recentes

Férias… Palavras para quê...

Excelência nas editoras?!...

Onde pára a Originalidade...

Crítica: "Transformers 2:...

Nunca um ADEUS mas sim um...

O TERROR, o drama, a emoç...

Novos posters de "Sherloc...

Trailer (do caraças) de "...

Futebóis

Crítica: "Terminator Salv...

"Iron Man 2": 1ª foto de ...

Trailer de "500 Days of S...

Crítica: "Six Feet Under"

Venha daí o CLICHÉ pois e...

Sam Worthington em "Clash...

Ora digam lá, o que é mai...

David Carradine (1936-200...

Teaser de "[REC-2]"

E Viva lá TV!!

Livros e Cinema (serão as...

arquivos

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

links

votações

Melhor Bond...James Bond

Melhor Serial Killer

Melhor Filme de Natal

Melhor Filme de Super-Heróis

Melhor Actor Secundário

Melhor Filme Romântico

Melhor Série de TV actual

Melhor Transformação Física

Melhor Dupla de Cinema

Actor de TV mais sexy

Actriz de TV mais sexy

Melhor Monstro

Melhor Blockbuster

Melhor Actor Actual de Acção

Melhor Temporada do 24

Melhor Filme de Quentin Tarantino

Expectativas para o The Dark Knight

Melhor Filme de Steven Spielberg


Locations of visitors to this page

 

 

subscrever feeds