Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009

Oscares: The show must go on...

 

Mais uma noite de Óscares e esta sem dúvida, uma para ficar na memória. A abrir um novo apresentador que diga-se de passagem, simplesmente foi fabuloso. Hugh Jackman cantou, dançou, iniciou a cerimónia com um número fantástico que terminou com uma ovação de pé da plateia. Que era bom actor eu já não tinha dúvidas, agora dançar – e com algumas coreografias particularmente complexas – foi para mim uma novidade. Uma palavra resume tudo, notável.


Cerimónia em si, com bastantes alterações que a meu ver apenas beneficiaram a mesma. Com muita fluidez e ritmo, e acima de tudo recorrendo a blocos definidos pelas categorias, e os cinco nomeados de cada categoria a serem apresentados pelos cinco vencedores da ultima edição, fez com que esta 81ª emissão dos Óscares fosse uma das mais agradáveis de visionar dos últimos anos.


Quanto às estatuetas propriamente ditas, nada de muito importante a assinalar. Talvez a maior surpresa para mim tenha sido mesmo Penélope Cruz, mas bem vistas as coisas, apresenta-nos uma interpretação bastante trabalhado, pelo que acabo por ter que reconhecer que foi muito bem entregue. Quanto a Mickey Rourke, apesar de considerar ter tido uma interpretação exemplar, Sean Penn também brilha e simplesmente aos olhos da Academia, brilhou um pouco mais. Também gostaria de ter visto David Fincher como melhor realizador, mas contra factos não há argumentos. “Slumdog Millionaire” é efectivamente um grande filme, e reveste-se acima de tudo por uma vitória de um “pequeno” estúdio contra um “grande” estúdio.
O momento mais emotivo foi mesmo a entrega do Óscar a Heath Ledger. Para mim porque nos apresentou uma das melhores, se não mesmo a melhor, interpretação de sempre sem lhe podermos transmitir isso pessoalmente. Mas por outro lado devido à tragédia que todos já conhecemos … e aqui ficará sempre a questão, se ele não tivesse morrido será que teria até sido nomeado? Jorge Mourinha, apresenta uma frase que de certa forma evidencia essa possível dualidade e passo a citá-lo, “O prémio de Ledger estava praticamente ganho à partida devido à trágica morte do actor entre o término da rodagem e a estreia ( …)”.


Pena foi que Benjamim Button tenha sido tão pouco reconhecido, e trata-se também de um grande filme, mas a noite era mesmo de Slumdog Millionaire… e aquilo que está destinado, dificilmente se contraria… e apesar de todas as contrariedades que foram sofrendo durante a produção, estava mesmo destinado a brilhar.
 

tags:
publicado por OlharCrítico às 18:15
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Filipe Machado a 24 de Fevereiro de 2009 às 13:37
Na minha opinião, excelente cerimónia, resultados previsíveis e poucas surpresas... Abraço!

Participe na sondagem "Melhor James Bond com Roger Moore” até ao dia 12 de Março 2009, em http://additionalcamera.blogspot.com. Só faltam 15 dias!!
De Tiago Ramos a 24 de Fevereiro de 2009 às 15:27
Acho que a única surpresa da noite, além da performance de Hugh Jackman foi somente a categoria de Melhor Curta de Animação e Melhor Filme Estrangeiro.

O resto foi previsível e comprovou-se o estatuto de vencedor que Slumdog Millionaire ganhou nesta temporada de prémios. E a meu ver é tremendamente injusta.
De Catarina d´Oliveira a 25 de Fevereiro de 2009 às 22:57
também adorei a cerimónia. este ano nem um laivo de sono me passou pelos olhos ehe:D

hugh jackman esteve arrebatador sem duvida. talvez tenha sido ele a grande surpresa da noite. em geral foi muito agradavel, e nao consigo deixar de recordar o momento steve martin/tina fey que foi sem duvida....memoriavel!

a inovação da "descrição" dos nomeados tambem foi bastante interessante. gostei imenso..mas nao sei até que ponto poderá ser uma opção a longo prazo =/

resumindo...uma grande noite ;)
De OlharCrítico a 26 de Fevereiro de 2009 às 16:44
Caro Filipe Machado, Tiago Ramos e Close-Up,

Independentemente de todas as questões que rodeiam os Óscares, há um aspecto que salta à vista. A importância e a imponência da cerimónia são de facto pontos altos da noite, e espero, ou melhor, esperamos nós que seja para repetir. Assim vale a pena.

Cumprimentos a todos e obrigado pela visita ;)

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

tags

todas as tags

posts recentes

Férias… Palavras para quê...

Excelência nas editoras?!...

Onde pára a Originalidade...

Crítica: "Transformers 2:...

Nunca um ADEUS mas sim um...

O TERROR, o drama, a emoç...

Novos posters de "Sherloc...

Trailer (do caraças) de "...

Futebóis

Crítica: "Terminator Salv...

"Iron Man 2": 1ª foto de ...

Trailer de "500 Days of S...

Crítica: "Six Feet Under"

Venha daí o CLICHÉ pois e...

Sam Worthington em "Clash...

Ora digam lá, o que é mai...

David Carradine (1936-200...

Teaser de "[REC-2]"

E Viva lá TV!!

Livros e Cinema (serão as...

arquivos

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

links

votações

Melhor Bond...James Bond

Melhor Serial Killer

Melhor Filme de Natal

Melhor Filme de Super-Heróis

Melhor Actor Secundário

Melhor Filme Romântico

Melhor Série de TV actual

Melhor Transformação Física

Melhor Dupla de Cinema

Actor de TV mais sexy

Actriz de TV mais sexy

Melhor Monstro

Melhor Blockbuster

Melhor Actor Actual de Acção

Melhor Temporada do 24

Melhor Filme de Quentin Tarantino

Expectativas para o The Dark Knight

Melhor Filme de Steven Spielberg

subscrever feeds