Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

Crítica: "Piratas das Caraíbas - Nos Confins do Mundo"

 
 
É bom!? Não é!?... É bom!? Não é!?... É BOM!!! NÃO É!!!
 
Durante o visionamento de um filme são várias as sensações e emoções que podemos experimentar e é a conjugação dessas impressões que nos levam a dizer que se gostou ou se detestou. Porque é que se gosta? – Pelo actor, pela actriz, pelo seu talento, pela sua beleza ou então simplesmente por que são o casal maravilha do momento. Gosta-se, porque o argumento é bom, a banda sonora excepcional, a caracterização bem conseguida ou então porque é um filme “pipoca” (como eu costumo chamar a alguns). Não interessa, o importante é que consigamos definir o nosso gostar ou o detestar. Gostando ou odiando, o que importa é que o filme consiga passar qualquer sentimento ao espectador. Gostando ou odiando, existe qualquer coisa entre nós e o filme. Mas e quando não há?! A terceira hipótese – a indiferença - é aquela que acaba por ser a pior de todas.  O que dizer quando se sai de um filme com um estranho vazio, quando não se sabe responder à pergunta de se gostei ou não... É como digo, acho que às vezes é preferível detestar, a se ser indiferente. Como já devem ter percebido foi um pouco o que senti ao sair da sessão, uma indefinição do tamanho espectáculo visual que tinha acabado de assistir.
 
É claro que este filme não pretende ser candidato às principais categorias dos óscares (tirando a de melhor actor, pois acho que Johnny Depp continua fantástico), todavia podia ir muito mais além… E o filme até começa muito bem, com uma divisão de planos bem feita, um ritmo de apresentação da problemática da história bem conseguida e com a utilização das personagens (anteriormente secundárias) todas a seu tempo. Tudo isto faz com que, lentamente, o espectador se embrenhe na história, tal como ela está a ser mostrada. Mas com o desenrolar da acção, as coisas vão-se complicando. A narrativa e o argumento, de longe demasiado extensos e subdivididos, acabam por dispersar a atenção e até mesmo a capacidade de processar informação de quem assiste, levando a que chegados a meio comecem a aparecer alguns sinais de distracção (e aqui falo por mim). A magia e a qualidade da realização, demonstrada no início, vão decrescendo até termos todos os personagens em evidência. O problema está no argumento. Existem demasiadas personagens e todas elas com espírito pirata, ou seja, as traições existem em proporção directa ao número de intervenientes. A história central divide-se então numa série de  sub-enredos e sub-histórias todas interligadas, que no final dificultam a identificação do fio narrativo principal.
 
Mas já que estamos numa de personagens, para grande pena minha e de todos os seguidores de Jack Sparrow, o homem praticamente não aparece neste filme, o que já sucedera, em parte, no segundo. Deveria ser o personagem principal, pois o argumento roda à volta dele e ainda assim aparece sem o calor e sem a magnitude do primeiro. Certo que não é novidade, como no “A Maldição do Pérola Negra”, mas o problema não é esse. O facto de se ter que dar demasiada atenção a outras personagens, nomeadamente Keira Knightley e Orlando Bloom (que nesta sequela são para mim os principais), acaba por retirar algum tempo para criar, ou melhor, para existirem as tão comediantes situações, falas, maneirismos e vivências do meu pirata preferido dos últimos tempos. E é pena... pois é uma recriação absolutamente genial.
Toda a dimensão do filme é fora de série e no que respeita à parte técnica não desilude. Efeitos especiais bons no geral (digo isto porque mesmo com toda a espectacularidade de algumas cenas e toda a sua composição visual e artística, falta-lhe “suco” para ser um grande filme). Até a duração do filme é demasiada, mas que acaba por se compreendida, já que há tanto para referir que muito dificilmente se conseguiria fazê-lo em menos tempo. A música, desta feita, acaba por ser um bom acompanhamento de todas as sequências (ao contrário do segundo que foi um total desastre). E os actores, no que provavelmente lhes foi pedido, também me agradaram. As caracterizações físicas dos actores, nomeadamente Davy Jones, são muito competentes. O que acaba por ser um desafio tentar perceber a dimensão de um filme destes, principalmente no que respeita a toda a produção. Quanto ao final, pois... é mais um daqueles casos óbvios de sequela. Para mim acabava quando Orlando Bloom desaparece no horizonte com um clarão verde e vemos Knightley na praia. Seria um final igualmente em aberto com a possibilidade de novas aventuras e sem a notória falta de imaginação e obrigatoriedade que tem o actual final.
 
É um filme que muitos vão dizer que é bom e que muitos outros dirão que é mau. E nenhum desses lados tem que estar obrigatoriamente certo. São apenas opiniões e gostos que, quando devidamente fundamentados, tem todo o seu valor. De uma coisa tenho a certeza, apesar de tudo é um filme que se vê, um filme para devorar um pacote de pipocas gigante (pelo menos tempo não falta) e de entretenimento garantido (dependendo da definição de entretenimento de cada um). Daí a votação que leva. De outra forma seria bem menos.
 
O  Melhor: O regresso de Johnny Depp como Jack Sparrow, ainda que sem o brilhantismo de outros tempos.
 
O Pior: Demasiados sub enredos e linhas narrativas, que acabam por causar alguma dispersão ao espectador. Ainda para mais consegue retirar algum protagonismo a quem, pelo menos para mim, deveria ser personagem principal.
publicado por OlharCrítico às 12:35
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De kurtSoares a 1 de Junho de 2007 às 02:44
Épa é como dizes, são gostos e opiniões. Eu adorei o filme! E há alguns aspectos que referes negativamente, que quanto a mim não o são... Era capaz de voltar a ir ver o filme ao cinema e não ia precisar d pipocas...
De OlharCrítico a 1 de Junho de 2007 às 10:35
Mas é aí que reside a magia do cinema. O facto de uns gostarem e outros não. Só assim o cinema pode avançar e evoluir num "melhor" sentido. Se fossemos todos atrás do mesmo, isto era um bocado secante. :)

abraços
Bom cinema e bons filmes
De simple a 1 de Junho de 2007 às 03:01
"Gostaste?" A minha resposta seria - sim, gostei! Não mais que isso. Li a tua critica e concordo contigo. Apesar de já não me lembrar bem dos anteriores, notei que a personagem que o Johnny interpreta, deixou de ser a personagem principal, ou pelo menos não teve tanto protagonismo. Alias, eu fiquei um pouco confusa sobre qual seria a personagem principal =)
Gostei da personagem Davy Jones =)
De OlharCrítico a 1 de Junho de 2007 às 10:40
O problema das personagens em demasia. Não existe tempo para trabalhá-las e explorá-las ao máximo. Um problema que já no Spider-Man 3 me fez alguma confusão. Ainda assim também concordo contigo, o Davy Jones esteve muito bem (bem melhor que no segundo, que não me transmitiu nada de especial, e era o principal vilão). E aquela caracterização é genial... :) plenamente de acordo!!


De Silvia a 7 de Junho de 2007 às 22:58
Gostei imenso da tua análise e concordo com a maior parte dos pontos que referiste, especialmente no "Pior".

Quando o filme terminou permaneci sentada na cadeira de olhar fixo no grande ecrã a ver correr a enorme lista dos créditos , enquanto digeria, ao som da banda sonora, todo aquele Mundo fantástico do qual acabara de sair.

Sem dúvida um filme estupendo, que me fez manter no nick de msn , durante bastante tempo, uma frase em sua homenagem.

Mas para ser fiel aos meus sentimentos e espírito critico, mentiria se dissesse que o meu coração palpitou tanto como da primeira ou segunda vez que assisti às aventuras do fabuloso Pirata.

Talvez o facto de me ter mantido tão ansiosa pela sua estreia desde o final da segunda sequela, tenha contribuindo para essa sensação de alegria introvertida... Como se tivesse estado sempre lá dentro, e não desse conta de quando realmente entrei nele. Conhecia o guarda-roupa, e as caracterizações, alguns cenários, os novos actores e nesse sentido a surpresa, o impacto foram menores.

Estava demasiado preparada e o filme não conseguiu contornar as minhas expectativas.

Relativamente ao desempenho dos actores, com Keira Knight descaradamente no protagonismo, os meus votos vão maioritaria e naturalmente para o fabuloso Jhonny Depp no seu mais EXTRAORDINÁRIO papel como pirata Jack Sparrow .

Contudo, não achei, e este foi o primeiro abalo que me ocorreu durante o visionamento do filme, que este tivesse sido o seu melhor desempenho na pele do personagem. Pelo contrário, achei Depp mais sério e tenso relativamente às aventuras anteriores.

Em todo o caso não consigo dizer do filme " Não gostei de.." mas apenas " Em vez de..." ou "Talvez se...".

Pirata das Caraíbas é e sempre será um dos meus filmes de eleição.


De OlharCrítico a 10 de Junho de 2007 às 19:18
Em primeiro obrigado pela opinião e pela excelente critica à minha critica. É verdade referiste uma coisa importante e que muitas das vezes se aplica a mim mesmo. O facto de não ser ou não ter conseguido ser um bom filme, a verdade é que por vezes nós sentimos um carinho especial por este ou por outro determinado filme. Ainda assim e como tu o fizeste podemos conseguir ser concretos e objectivos e detectar os pontos menos bem conseguidos, independentemente de nos afastarmos do que eventualmente sentimos pelo filme.
E tal como tu, piratas, ainda que só o 1o , é também para mim e sempre será um dos meus filmes de eleição.
Fico à espera de mais criticas de criticas :))
De Pedro a 8 de Junho de 2007 às 15:09
O filme, na minha opinião, não foi tão genial como o primeiro, e isso deveu-se principalmente ao pirata Jack Sparrow estar condicionado à sua condição de sóbrio. Talvez por isso, Johnny Depp teve de representar uma personagem mais séria. Vou esperar ansiosamente por um quarto filme, e que desta vez o grande Jack Sparrow seja devidamente explorado.
De OlharCrítico a 10 de Junho de 2007 às 19:32
É um ponto de vista curioso e no qual tens alguma razão. A verdade é que o estado sóbrio, como referiste, na verdade acaba por condicionar alguns dos maneirismos e situações mais cómicas que na minha opinião faltaram em todo o filme. Já quanto a um 4o episódio tenho as minhas duvidas mas claro que se ele sair lá estarei para o ir ver e consequentemente o criticar, esperando que desta feita possa dar uma melhor classificação. Pelo menos seria bom sinal :)
De Carina a 10 de Agosto de 2007 às 23:24
Gostei bastante do filma, acho que tem uma historia bastante interessante. Gostei do facto do Johnny Depp voltar a ser o capitão Jack Sparrow , mas , acho que não voltou tão bem como nos outros filmes. O filme está sem duvida um pouco baralhado, pois a personagem principal deveria ser o Capitão Jack Saparrow, mas neste ultimo filme, ele perda essa a usa importância. Mas apesar disso gostei do filme.

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

FILMES: 2009

Angels & Demons

Choke

Gran Torino

O Contrato

Slumdog Millionaire

Terminator Salvation

The Watchmen

The Wrestler

Transformers 2: Revenge of The Fallen

 

 

FILMES: 2008

007-Quantum of Solace

10.000 BC

Burn After Reading

Eagle Eye

Hancock

I Am Legend

In The Valley Of Elah

Indiana Jones & The Kingdom of The Crystal Skull

Iron Man

Mamma Mia!

Max Payne

Meet the Spartans

Mirrors

National Treasure 2 - Book of Secrets

No Country for Old Men

Saw 4

Taken

The Curious Case of Benjamin Button

The Dark Knight

The Forbidden Kingdom

The Mist / Cloverfield / REC

The X-Files-I Want to Believe

Tropic Thunder

Untraceable

Wall-E

You Don't Mess With the Zohan

 

 

FILMES: 2007

1408

300

American Gangster

Beowulf 3D

Corrupção

Die Hard 4.0

El Laberinto Del Fauno

Fantastic Four 2

Ghost Rider

Ocean´s 13

Piratas das Caraíbas 3

Rocky Balboa

Shrek 3

Sicko

Spider-Man 3

The Bourne Ultimatum

The Brave One

The Good Shepherd

The Simpsons Movie

The Transformers

Wild Hogs

Zodiac

 

 

FILMES: 1980-1989

Aeroplane

Big

Look Who's Talking

 

 

"Indivíduas" do Sexo Feminino

O Estranho Caso… das Traduções de Títulos

Let´s Look At a Trailer… Or Not…

Xô Publicidade Xô!!!

Cinema Português… Para onde vais tu?

País de Brandos Costumes... Pipocas ou McDonald's?

Ò tempo, volta para trás! (Já baixavas os preços do cinema não?)

"Filmes para Maiores de…"

"Original vs Dobrado"

"Livros e Cinema (serão assim tão diferentes?)"

"E Viva lá TV!!"

"Futebóis"

"O TERROR, o drama, a emoção… e por aí fora"

"Nunca um ADEUS mas sim um ATÉ JÁ!"

"Onde pára a Originalidade e a Imaginação?!"

"Excelência nas editoras?! – É raro, muito raro!"

"Férias… Palavras para quê?!"

tags

todas as tags

posts recentes

Férias… Palavras para quê...

Excelência nas editoras?!...

Onde pára a Originalidade...

Crítica: "Transformers 2:...

Nunca um ADEUS mas sim um...

O TERROR, o drama, a emoç...

Novos posters de "Sherloc...

Trailer (do caraças) de "...

Futebóis

Crítica: "Terminator Salv...

"Iron Man 2": 1ª foto de ...

Trailer de "500 Days of S...

Crítica: "Six Feet Under"

Venha daí o CLICHÉ pois e...

Sam Worthington em "Clash...

Ora digam lá, o que é mai...

David Carradine (1936-200...

Teaser de "[REC-2]"

E Viva lá TV!!

Livros e Cinema (serão as...

arquivos

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

links

votações

Melhor Bond...James Bond

Melhor Serial Killer

Melhor Filme de Natal

Melhor Filme de Super-Heróis

Melhor Actor Secundário

Melhor Filme Romântico

Melhor Série de TV actual

Melhor Transformação Física

Melhor Dupla de Cinema

Actor de TV mais sexy

Actriz de TV mais sexy

Melhor Monstro

Melhor Blockbuster

Melhor Actor Actual de Acção

Melhor Temporada do 24

Melhor Filme de Quentin Tarantino

Expectativas para o The Dark Knight

Melhor Filme de Steven Spielberg


Locations of visitors to this page

 

 

subscrever feeds