Segunda-feira, 6 de Abril de 2009

Crítica: "Choke - Asfixia"


 Classificação:  (6.5/10)

 

Ainda há tão pouco tempo escrevia sobre o “estranho caso das traduções” e mais uma vez estamos perante um desses fantásticos exemplares. Estamos novamente perante um trabalho descuidado, para não lhe chamar outra coisa, onde fica bem evidente a falta de carácter das distribuidoras nos processos de tradução.

 

Tirando este pequeno à parte, “Choke” é uma adaptação do romance “Agent Provocateur” de Chuck Palaniuk, que retrata a história de um viciado em sexo que finge sufocar engasgando-se em restaurantes, com pedaços de comida na boca, para assim conseguir extorquir dinheiro ao pobre coitado que o salva. Ao mesmo tempo espera pacientemente que a sua mãe demente morra e acidentalmente apaixona-se, mostrando-lhe que por vezes, nem tudo é sexo.

 

No fundo trata-se de uma história de amor, que recorre aos muitos lugares comuns que estamos habituados a ver retratados neste tipo de histórias, caindo nos clichés e chavões narrativos do costume. Possui uma grande dose de humor negro mas há muita coisa que acaba por ficar no ar, dando a sensação que faltou qualquer coisa numa ou outra sequência, ou até mesmo o filme no seu todo, ao invés do “blocos dispersos” que vão surgindo – a construção do “monumento” de pedra é um desses exemplos. Contudo o filme consegue ser interessante e até divertido, assumindo o tom de comédia romântica, algo fora do comum – leia-se tresloucada – no seu desenrolar.

 

Talvez por se tratar da estreia do actor Clark Gregg na realização e com isso existir um cuidado mais apurado para certos pormenores, o filme consiga ter personagens tão elaboradas e complexas, como as que nos são presenteadas, com densidade psicológica e emocional, onde se denota delicadeza na construção dos personagens, apoiada por boas interpretações de grandes actores. Em suma, aproxima-se bastante do “género”, filme de autor e também por isso, faz com que Choke seja uma agradável comédia e um excelente objecto de entretenimento.

 

O MELHOR: A pretensão da história e a caracterização dos personagens complementado pelas boas interpretações dos actores.

 

O PIOR: Arrisca pouco. Poderia ter ido muito mais longe.

tags:
publicado por OlharCrítico às 10:24
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De JBM a 6 de Abril de 2009 às 14:41
Bem... Eu sei que tiraste isso do "Agent Provocateur" da crítica do Mourinha no Ípsilon mas... esse não é o nome do romance do Palahniuk.

O romance chama-se "Choke". Quando o Mourinha utilizou a expressão "agent provocateur" estava a referir-se ao Palahniuk. (é uma expressão utilizada para designar aqueles que provocam controvérsia)

:)
De OlharCrítico a 6 de Abril de 2009 às 17:56
Caro JBM

Como se costuma dizer por cá, fala pouco mas fala muito bem. Um pequeno lapso de interpretação e consequente escrita que apenas me resta reconhecer. Queria só acrescentar algo que na critica não referi, o autor em cima citado é o mesmo do fantástico "Fight Club".
Ainda só dizer que além do texto também estar presente no Ípsilon, de facto não foi de lá que retirei essa e outras informações, algo que aliás faço com frequência, com o objectivo de apresentar uma melhor contextualização perante alguns factos que à partida posso desconhecer deste ou de outro qualquer filme.

Cumprimentos.

A.S.
De Filipe Coutinhoem 1 a 7 de Abril de 2009 às 19:07
Eu gostei muito do filme. 8 em 10.

Além de ter um humor que me atrai é extremamente audaz e politicamente incorrecto. Creio que ir mais longe seria exagerar e tornar um bom filme numa paródia. Gostei especialmente de Rockwell que me fez lembrar David Duchovny e o seu Californication.

Abraço
De OlharCrítico a 9 de Abril de 2009 às 19:14
Caro Fernando,

Quando referi que o filme poderia ir mais longe, não era no sentido da paródia e muito menos o da comédia. Falta-lhe, e apenas a meu ver, a mesma densidade à história em si (que tão bem evidenciada e apresentada está no que diz respeito às personagens) e que dessa forma evitaria os imensos lugares comuns nos quais este Choke, acaba por cair. Lugares esses raramente abordados pela magnifica série que refere, "Californication", que é simplesmente uma das melhores séries dos últimos tempos (mais uma vez apenas a meu ver) e ao mesmo tempo um dos melhores guiões para uma série de TV.
Mas na realidade também gostei muito do filme, uma lufada de ar fresco no género e definitavamente um dos mais trabalhados. Mas por vezes isso não é tudo.

Grande abraço

A.S.

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

FILMES: 2009

Angels & Demons

Choke

Gran Torino

O Contrato

Slumdog Millionaire

Terminator Salvation

The Watchmen

The Wrestler

Transformers 2: Revenge of The Fallen

 

 

FILMES: 2008

007-Quantum of Solace

10.000 BC

Burn After Reading

Eagle Eye

Hancock

I Am Legend

In The Valley Of Elah

Indiana Jones & The Kingdom of The Crystal Skull

Iron Man

Mamma Mia!

Max Payne

Meet the Spartans

Mirrors

National Treasure 2 - Book of Secrets

No Country for Old Men

Saw 4

Taken

The Curious Case of Benjamin Button

The Dark Knight

The Forbidden Kingdom

The Mist / Cloverfield / REC

The X-Files-I Want to Believe

Tropic Thunder

Untraceable

Wall-E

You Don't Mess With the Zohan

 

 

FILMES: 2007

1408

300

American Gangster

Beowulf 3D

Corrupção

Die Hard 4.0

El Laberinto Del Fauno

Fantastic Four 2

Ghost Rider

Ocean´s 13

Piratas das Caraíbas 3

Rocky Balboa

Shrek 3

Sicko

Spider-Man 3

The Bourne Ultimatum

The Brave One

The Good Shepherd

The Simpsons Movie

The Transformers

Wild Hogs

Zodiac

 

 

FILMES: 1980-1989

Aeroplane

Big

Look Who's Talking

 

 

"Indivíduas" do Sexo Feminino

O Estranho Caso… das Traduções de Títulos

Let´s Look At a Trailer… Or Not…

Xô Publicidade Xô!!!

Cinema Português… Para onde vais tu?

País de Brandos Costumes... Pipocas ou McDonald's?

Ò tempo, volta para trás! (Já baixavas os preços do cinema não?)

"Filmes para Maiores de…"

"Original vs Dobrado"

"Livros e Cinema (serão assim tão diferentes?)"

"E Viva lá TV!!"

"Futebóis"

"O TERROR, o drama, a emoção… e por aí fora"

"Nunca um ADEUS mas sim um ATÉ JÁ!"

"Onde pára a Originalidade e a Imaginação?!"

"Excelência nas editoras?! – É raro, muito raro!"

"Férias… Palavras para quê?!"

tags

todas as tags

posts recentes

Férias… Palavras para quê...

Excelência nas editoras?!...

Onde pára a Originalidade...

Crítica: "Transformers 2:...

Nunca um ADEUS mas sim um...

O TERROR, o drama, a emoç...

Novos posters de "Sherloc...

Trailer (do caraças) de "...

Futebóis

Crítica: "Terminator Salv...

"Iron Man 2": 1ª foto de ...

Trailer de "500 Days of S...

Crítica: "Six Feet Under"

Venha daí o CLICHÉ pois e...

Sam Worthington em "Clash...

Ora digam lá, o que é mai...

David Carradine (1936-200...

Teaser de "[REC-2]"

E Viva lá TV!!

Livros e Cinema (serão as...

arquivos

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

links

votações

Melhor Bond...James Bond

Melhor Serial Killer

Melhor Filme de Natal

Melhor Filme de Super-Heróis

Melhor Actor Secundário

Melhor Filme Romântico

Melhor Série de TV actual

Melhor Transformação Física

Melhor Dupla de Cinema

Actor de TV mais sexy

Actriz de TV mais sexy

Melhor Monstro

Melhor Blockbuster

Melhor Actor Actual de Acção

Melhor Temporada do 24

Melhor Filme de Quentin Tarantino

Expectativas para o The Dark Knight

Melhor Filme de Steven Spielberg


Locations of visitors to this page

 

 

subscrever feeds